Tá afim de pizza hoje? Pizzaria Leggera!

Relendo meus posts do blog, percebi que não tinha nenhuma pizzaria. Logo eu, essa comilona de pizza!!!!! Refleti sobre qual pizzaria escreveria, então resolvi testar a Pizzaria Napoletana Leggera, queridinha de vários blogueiros de gastronomia e ainda mais, do lado da minha casa! Era um dever dar minha opinião sobre esse famigerado restaurante. Pois bem. Na companhia do meu marido e da minha filha, fomos à pizzaria cheios de fome. A pizza é individual, então não se preocupe em entrar em consenso com a galera, cada um escolhe a sua. Eu escolhi a “Crudo e Rucola”. Pizza com massa a base de azeite e parmesão, coberta ao sair do forno com rúcula, presunto cru, mussarela de búfala, redução de balsâmico e azeite (R$ 42). Estava deliciosa. Meu marido pediu a “La Divina Commedia”. Mussarela de Búfala, “provola affumicata fresca” (provolone defumado da região de Campânia na Itália), manjericão, parmesão, linguiça curada picante, cebola roxa caramelizada e azeite (R$ 39). Provei, pelo bem do blog rs. Estava ótima, mas queria uma pizza regada no molho e essas não eram! Teria eu, cometido um erro clássico? Perguntei ao garçom e ele me explicou que as “Pizzas Bianche” eram sem molho e as “Pizzas Rosse” eram com molho! rs. Eu não podia sair de lá com essa. Então perguntei qual era a “Pizza Rosse” mais pedida, ele me disse que era a “Margherita Verace”. Molho de tomate, manjericão, mussarela de búfala, parmesão e azeite (R$ 37). Pedi. Essa estava mais que demais! Pedi um vinho para acompanhar, o Cabernet Sauvignon da casa, estava sensacional. A carta de vinhos deles é ótima (como deve ser em toda pizzaria de qualidade, afinal, pizza e vinho são um casal mais que charmoso). Pizzaria aprovada! Veja bem, não é um jantar dos mais baratos, mas para quem gosta de uma boa pizza, vale a experiência!

Vamos comer fora?

Endereço: R. Diana, 80 – Vila Pompeia, São Paulo – SP, 05019-000.

Komah – Um coreano para chamar de seu

Fui conhecer o Komah depois da indicação de um amigo. Cheguei e já pedi um gin que veio no maior estilo. O drink veio em um bowl com flores dentro e uma pedra de gelo no meio. Gostei da apresentação e o sabor não decepcionou. Pedimos o menu degustação com os principais pratos do restaurante, chamam de Banquete (bem autoexplicativo rs) (R$ 80). Esse menu consiste em 7 pratos, trazidos um a um pelo garçom, que tem todo o cuidado de explicar o que é, como comer e se combina com alguma bebida. Todos vieram deliciosos. Tenho que dar ênfase nos melhores da noite na minha opinião, o Steak Tartare, que lá chamam de Yukhoe – (steak tartare coreano, gema curada e pera asiática) e o Kimchi Bokumbap (arroz salteado com kimchi acompanhado de omelete). Comemos com colher. Atacamos!  Os pratos superaram minhas expectativas (que são sempre bem altas). Vá com tempo, com fome e com uma boa companhia. Assim poderá degustar os pratos, sentir cada textura e cada sabor. Eles têm uma carta de drinks bem diferenciada também, caso queira uma bebidinha para relaxar.

 

Vamos comer fora?

Endereço: R. Cônego Vicente Miguel Marino, 378 – Barra Funda, São Paulo – SP, 01135-020

Petiskin do Bob. Um bar para apreciadores de cerveja e frutos do mar

Sábado passado, um dia lindo de sol.  Fui convidada pela minha irmã para almoçar e tomar uma cerveja gelada. Decidimos conhecer o Petiskin do Bob. Fomos recebidas pelo próprio BOB, uma pessoa incrível. Sentamos e pedimos uma cerveja, uma cachaça e uma casquinha de frutos do mar. O trio veio impecável. A cachaça e a cerveja, bem geladas. Já a casquinha, quente, gratinada, super recheada de frutos do mar, maravilhosa! Queríamos almoçar algo leve, então pedimos um “Combinado Petiskin”: mix de atum fresco, linguado e salmão grelhados. Acompanhado de uma bela salada de folhas verdes (R$ 55,90). Os peixes vieram no ponto certo, uma maravilha!! Eles têm cervejas artesanais e cervejas convencionais, para todo bolso e todo gosto! Voltarei mais vezes, uma pessoa apaixonada por frutos do mar e cerveja gelada como eu, não tem como não gostar desse bar. Vamos comer fora?

EndereçoR. Dr. Miranda de Azevedo, 658 – Vila Pompeia, São Paulo – SP, 05027-000.

Telefone: (11) 2924-4002

Petiscos do Tigrão – Vai um BAO aí?

Ah, a Liberdade. Que bairro! Um reduto para aqueles que amam comer bem, pagando um preço justo. Pra mim, não há bairro gastronômico melhor em SP. Mas sou suspeita né!? Uma oriental de coração! Semana passada fui conhecer o Petiscos do Tigrão. Um restaurante de comida taiwanesa, muito simpático e com comidas deliciosas! O BAO (também chamado de guabão) é um sanduíche de pão oriental, normalmente feito no vapor, que pode ser recheado com carne de porco (R$ 15), carne de vaca (R$ 15), frango desfiado (R$ 14), peixe frito (R$ 16) ou shimeji e tofu (R$ 16). Além da carne, é possível escolher se o pão é frito ou no vapor e o acompanhamento, tradicional (mostarda verde e amendoim) ou salada (alface, tomate e pepino). Escolhi o BAO clássico, com carne de porco, acompanhamento tradicional e feito no vapor. Sensacional!! Preço justíssimo e muito saboroso! Que barriga de porco bem preparada! Pedimos um acompanhamento, um prato de guioza (R$ 15), estava gostoso. Rolou até um Lamen Tradicional Taiwanes – lamen com ovo cozido, 2 bolinhos de carne de porco, nira, moyashi e cebolinha – R$ 24), tem seu valor, mas existem outros lamens melhores por aí. Lamen é coisa séria! rs. Precisamos de um post só pra ele. Quer comer um sanduíche diferente e muito gostoso? Vá de BAO! Vamos comer fora?

 

Vamos comer fora?

Tordesilhas – Comida brasileira de qualidade

Pastel de Camarão

Esta semana estava lendo uma revista de gastronomia e percebi: nunca provei Tacacá!  Um amigo sempre me diz que o melhor é o do Tordesilhas, então fui conhecer o restaurante e provar essa bebida (ou seria uma sopa?!). Comecei, por sugestão desse amigo, com pastéis de camarão (R$38), estavam uma delícia! Depois pedi o bendito, o tão esperado Tacacá (R$38).

Tacacá

Eu gostei. Intenso! Prossegui no meu jantar pedindo uma Caldeirada (R$62). Veio impecável. Serviu bem duas pessoas. Junto com a comida pedi umas cervejas artesanais do Sul, Perigosa (R$28) e Obscena (R$28). Boas, apesar do nome, bem caricato.

Cervejas Artesanais

O atendimento do restaurante foi impecável e o clima do local me agradou muito. Quero voltar. Ainda tem umas pimentinhas para comprar e poder comer em casa, dar um “ar regional” na comida de cada dia.

Não posso afirmar que o Tacacá de lá é o melhor de São Paulo, já que esse foi meu primeiro. Tenho que provar outros, em breve saberão! O que não faço pelo Blog rs!!!! Vamos comer fora?

Futuro refeitório – o futuro dos happy hours?!

Hommus de Cenoura e Crocante de Sementes

Ontem fui convidada por um amigo para fazer um happy hour no Futuro Refeitório em Pinheiros. Chegando no local, já senti uma atmosfera descontraída e interessante. O restaurante fica dentro de um antigo estacionamento. Sentamos em um sofá e comecei a provar tudo que me chamou atenção: Prato de picles com quiabo, abobrinha, cenoura e cogumelos (R$ 14), Hommus de cenoura e amêndoa, acompanhado com crocante de sementes (R$ 21), Tiradito de peixe do dia, leite de coco, amendoim, coentro e cebola (R$ 31 – meu escolhido!) e pão de fermentação natural (R$ 11). Todos os pratos estavam muito bem preparados e deliciosos! Os ingredientes eram em sua grande maioria orgânicos e naturais. Para acompanhar, achei que o dia estava pedindo uma bebida mais intensa, então fui logo de Dry Martini (R$ 28), recomendo.

 

Dry Martini

Ao invés de colocar uma azeitona, colocam uma fita de cenoura em conserva. Gostei! Meu amigo pediu um Gin Tônica (R$ 28 – gin, limão, pepino, hortelã e Club soda),  estava bem refrescante. Eles têm cervejas especiais lá também. Comi bem, bebi bem e tive uma noite muito agradável. E sem culpa na dieta!

Vamos comer fora?

Café Suplicy – Farol Santander. História e ótima gastronomia

Um amigo me convidou para almoçar no restaurante do Farol Santander sexta-feira passada. Disse que viu no instagram os pratos que eram servidos no almoço e pareciam muito convidativos. Aceitei o convite e compramos o ingresso para o Farol Santander pela internet mesmo (https://www.farolsantander.com.br). Subimos no Mirante e pedimos uma mesa. Chegamos por volta de 12:30h e não havia espera. Exceção dos restaurantes do centro às sextas-feiras, que são sempre bem cheios. Escolhemos o menu degustação, que consistia em uma entrada, um prato principal e uma sobremesa (R$ 48 por tudo).

A comida estava sensacional, assinada pelo Chef Victor Dimitrow. Fiz ótimas escolhas!

Comecei por um steak tartare (steak tartare, emulsão de tutano, beterraba defumada e crocante de tapioca). Veio maravilhoso. Meu prato principal foi um filé mignon suíno (filé mignon de porco, terrine de mandioquinha, mostarda verde e pururuca), estava muito gostoso, a carne estava muito macia! Finalizei o meu almoço com uma sobremesa, mousse de chocolate (mousse de chocolate, gel de Cambuci, bolo denso de cacau e crumble de chocolate).

Já o meu amigo pediu uma entrada (atum crocante, purê de avocado, salada cítrica e brotos orgânicos), prato principal (peixe do dia, erva doce, cuscuz de brócolis, emulsão de camarão e pó de algas) e sobremesa (pudim de café com caramelo de laranja, chantilly de cardomomo 

e nibs de cacau). As opções dele estavam divinas também, resolvi provar os pedidos dele para o bem do blog (meus amigos entendem rs).

Não deu água na boca?!

Finalizamos com um café espresso (R$ 6,50), estava ótimo. Para acessar o restaurante tem que pagar entrada para o passeio no Farol Santander (um custo adicional). Como eu já tinha feito esse passeio (que é super interessante, recomendo), resolvi comprar a entrada só para o Mirante (R$ 15). O passeio completo é R$ 20 (estudante paga meia, clientes Santander tem desconto). Mesmo tendo que pagar o ingresso para acessar o prédio, somado ao valor pago no almoço, vale a pena. Quero voltar para comer os demais pratos do cardápio!

Vamos comer fora?

 

Capitão Barley. Boa opção de choperia para começar bem a semana

Ontem fui no Capitão Barley na Pompéia. Me surpreendeu a quantidade de clientes em plena segunda-feira! Estava super cheio e animado. Às segundas-feiras fazem uma promoção de chope, compra 1 e ganha o segundo.  Comecei com um chope IPA de 500 ml (R$ 17), estava muito bom.

Tive que tomar um litro, afinal era double!!! Eles têm muitas torneiras, com chopes de todos os tipos e para todos os gostos. Vendem cervejas importadas lá também. Aos domingos e segundas-feiras,

 

Lanche-hambúrguer

recebem convidados na cozinha. Assim, escrevem na lousa o que estará à disposição dos clientes naquele dia.

Capitão Barley - Cerveja Artesanal em São Paulo

Ontem eram sanduíches e hambúrgueres feitos pela Gangue Erva Doce (Ex-MasterChefs!).

Pedi um X-salada (R$ 30), estava divino. Pedi uma Pilsen de 500 ml (R$ 14), vieram duas, tomei.

Muito boa. Queria provar mais, mas tenho que voltar em um dia que não seja double rs.

 Vamoscomerfora?
Capitão Barley Cerveja Artesanal

Rua Cotoxó, 516 – Água Branca, São Paulo – SP, 05021-000.

Juliana Mendes Marques

Tem novidade no centro! Hot Pork!!

Aberto semana passada, o Hot Pork, dos chefes Janaína e Jefferson Rueda, chegou para oferecer mais uma opção de comida boa e cerveja de qualidade no Centro de SP.

Lá você pode comer Hot Dog. Nada além disso. Mas não pense que isso é um problema, pois foi o melhor Hot Dog que já comi! Todos os ingredientes são feitos lá mesmo, sem conservantes ou corantes, o que garante o sabor único e especial.

O cardápio é o seguinte: Hot Pork (R$ 15), Not Pork (Hot DogVegano R$ 15), cerveja da casa, uma IPA (R$12, deliciosa!), cerveja Heineken (R$ 8) e Sidra (R$ 9).
Legal lembrar da galera que é vegana mas gosta de uma boa comida né?!
Tente ir cedo, cheguei 21h e acabei aproveitando pouco. Queria ter comido 2!

Vamoscomerfora?

Juliana Mendes Marques

Trilha cervejaria. Simplicidade e qualidade em um só lugar!

Meu post de hoje não é um lugar para comer e sim para beber. A cervejaria Trilha abriu ano passado e já é o maior sucesso. Possui um espaço informal, algumas cadeiras de praia e muitas cervejas deliciosas!

Como as cervejas são produzidas lá mesmo, tem um sabor único e são muito frescas, ótimas para quem é amante da cerveja e gosta de provar novidades. Inclusive os sabores mudam com frequência, todo mês eles colocam uma cerveja nova no cardápio, uma lousa em cima das torneiras.

A minha predileta é a de frutas vermelhas (Elixir – R$ 22) , mas tem para todos os gostos, goiaba, avelã e até uma de café (Cafezin – R$ 22), que dá a maior energia!!!! rs

Como não tem comida lá, eles incentivam pedir delivery ou trazer seu próprio petisco. Me sinto em casa quando vou! Minha filha até pendurou um desenho no mural do local!!! Impossível não amar.
 

Rua Apinajés, 137 – Perdizes, São Paulo – SP.
(não abre às segundas-feiras)