Kebab Salonu, simples e maravilhoso

Eu não gostava muito de Kebab. Mas quando provei o kebab do Kebab Salonu, mudei de opinião! Ao lado do metrô Vila Madalena e dentro de uma galeria, o restaurante divide espaço com uma temakeria e uma hamburgueria. Mas não hesite em ir direto para lá. O pedido é feito direto no caixa e retirado no balcão ao lado, já que o restaurante é bem pequeno. Do lado de fora tem umas 5 mesas que são bem espaçosas e com vista para a avenida. Tudo super arejado, almoçar lá é uma delícia. As cervejas de lá são artesanais e tem ótimas opções que harmonizam bastante com o cardápio. Agora, os kebabs, são sensacionais. São bem fartos e muito saborosos. Dá pra notar que os ingredientes são bem frescos e tudo feito na hora. Tem para todos os gostos, cordeiro, kafta e frango. Pedi o kebab indiano, com frango ao curry e coalhada, cebolas assadas, alface e chutney de banana (R$ 29). IMG_4515De entrada, dá pra pedir a pide (R$ 4,20), que se torna um ritual a parte, pois saem somente às 12h, 16h e 18h, e acabam rápido. De todas as vezes que fui, apenas uma vez consegui aproveitar. Valeu a pena esperar. Bom, lugar simples e maravilhoso, como deve ser.

Vamos comer fora?

Endereço: R. Heitor Penteado, 699 – Sumarezinho, São Paulo – SP, 05437-000.

Telefone: (11) 2373-9258

Ter – Qui: 12:00 – 23:00.

Sex – Sáb: 12:00 – 00:00.

Dom: 12:00 – 23:00.

Cardápio: kebabsalonu.com.br

Bar do Giba

Tem dia para ser feliz? Costumo chamar meus amigos para sair para beber e comer. De sexta-feira, todo mundo topa. Agora, às segundas ou terças-feiras, muitas vezes ouço: beber de segunda?? Sair em plena terça-feira?? Pois é! Dia de semana também é dia de ser feliz! E minha dica gastronômica de hoje é para ser aproveitada em plena terça-feira. Afinal, somente às terças-feiras que podemos nos deliciar com a Rabada com Polenta do Bar do Giba. A iguaria é servida numa panela de ferro, e vem acompanhada com agrião. rabadaTrês pessoas comem tranquilamente, e o preço é bem justo R$ 69,00. Se esse prato não for para você, não tem problema, o Giba tem outros maravilhosos petiscos para acompanhar as cervejas bem geladas que rolam por lá. Pedimos também uma carne seca com mandioca (R$ 39,50) que veio divina. carne secaTem muitas opções de cachaças para os amantes da bebida, e outras bebidinhas que eu particularmente amo, como “caju amigo”. Ah, quase esqueci: não tem cardápio, tudo que tem na casa é “recitado” pelos garçons. Uma bela pedida para começar bem a semana, não acham?

Vamos comer fora?

 

Endereço: Av. Moaci, 574 – Moema, São Paulo – SP, 04088-005.

Telefone: (11) 5535-9220

Segunda: Fechado.

Terça a sexta: 17:30h–1:30h.

Sábados: 13h–1h.

Domingos: 12-19h.

Tags: Bar do Giba. Rabada com Polenta. Carne seca com mandioca. Cervejas Especiais. Cachaças. Caju amigo. Vamos comer fora.com.br

O melhor japonês de SP?! Manihi!

Todo bom paulistano ama comer um japa. E eu, não remo contra essa maré. Um belo sashimi de barriga de salmão me faz muito feliz. Pois é, no Manihi, a barriga de salmão é servida com palha de batata doce e um molho especial da casa. Simplesmente sensacional. Para comer a iguaria, é necessário optar pelo rodízio premium, que custa R$ 119,90.20170117_195053 Não bastasse tudo isso, o restaurante inovou. Criou um carrinho de temaki, onde você pode escolher dois tipos: temaki spicy de atum com palha de batata doce ou temaki de salmão com amêndoas. Nunca vi um temaki tão crocante. Esse carrinho funciona no jantar todos os dias e no almoço nos finais de semana. IMG_8522                      Os demais pratos da casa são igualmente divinos, razão pela qual esse restaurante é o meu favorito. O sashimi é bem cortado e bem fresco, e os sushis, muito criativos. Quem ama comer comida japonesa e opta por um rodízio para ter mais opções de cardápio, tem que conhecer. IMG_8523

Ótimo para um jantar a dois ou com uma roda de amigos!!!

Vamos comer fora?

Preços:

Almoço

Rodízio Executivo: R$ 67,90 (cortes limitados de sashimi e não tem shimeji e shitake).

Rodízio Manihi: R$ 98,90.

Rodízio Premium: R$ 119,90.

Jantar

Rodízio Manihi: R$ 98,90.

Rodízio Premium: R$ 119,90.

Endereço: Rua Apinajés, 1359 – Perdizes, São Paulo – SP, 01258-001.

Telefone: (11) 3672-4638

Tags: Manihi. Restaurante Japonês. Sashimi de Barriga de Salmão. Temaki spicy. Temaki. Vamos comer fora.com.

Arimbá

Fui conhecer o Restaurante Arimbá sábado passado. Retornei ontem, quarta-feira, 4 dias depois, tamanha delícia que é esse lugar.

A culinária do local é típica tropeira, campeira e caipira, como seu próprio site apresenta, com cardápio elaborado pela Chef Angelita Gonzaga.

No sábado fui ao restaurante pra fazer aquele almoço de final de semana: começamos com uma cachaça artesanal da casa de Blueberry e rapadura: divina.

WhatsApp-Image-20160718Passamos para a salada, que me surpreendeu muito. Sempre que pensamos em salada, vem à cabeça, alface e tomate e algo mais, nada de extravagante. Mas essa salada estava divinamente especial, com folhas verdes, tomate, carpaccio de maxixe, lascas de abóbora, pimenta de cheiro, cubos de queijo canastra e azeite de ervas.

Já fiquei ansiosa para o prato principal, já que a salada estava além das minhas expectativas. Pedimos arroz bêbado (toucinho artesanal, linguiça caseira de porco, cachaça, couve rasgada e pimenta de cheiro), matuto (ensopado de feijão manteiga com costela bovina) e um ovo caipira pra acompanhar (sim, é muita comida pra duas pessoas, mas tínhamos que provar o maior número de pratos para o blog, tudo em nome da ciência).

WhatsApp-Image-20160718 (1)O arroz estava muito delicioso, os ingredientes combinavam e eram muito frescos. O feijão estava maravilhoso também.

O preço foi bem justo e o sabor é sem igual. Para os amantes da boa comida, comida de vó que cozinha na panela de barro, é um prato cheio.

Ah, sem esquecer do cafezinho, coado ali mesmo na mesa e servido em xícaras de alumínio, o toque que faltava para fechar essa refeição tão brasileira.

Ainda temos “o melhor garçom do Brasil”, que serve as mesas com alegria e muito carisma.
Só abre para o almoço, com exceção de sexta-feira, que abre à noite, com direito a musica ao vivo.

E aí? Vamos comer fora?

Endereço: R. Min. Ferreira Alves, 464 B – Vila Pompeia, São Paulo – SP, 05009-060.

Horário de Funcionamento:
segunda-feira: Fechado.
terça-feira: 12:00–16:00.
quarta-feira: 12:00–16:00.
quinta-feira: 12:00–16:00.
sexta-feira: 12:00–23:00.
sábado:12:00–18:00.
domingo: 12:00–18:00.

Safari Restaurante e Bar – uma boa escolha em Campos do Jordão

Se você estiver passando por Campos do Jordão, provavelmente um dos bares que vão te recomendar é o Safari, famoso por estar quase sempre cheio e com boas bandas tocando ao longo do dia. Mas, hoje vamos falar especificamente sobre como é o restaurante e seu cardápio!

Localizado no coração do Capivari, região onde tudo acontece na cidade, este restaurante pode ser uma boa opção não só como bar, mas por causa de seu variado cardápio do restaurante. Se você chegar cedo na hora do almoço e jantar, não terá problemas em arranjar um lugar para você. Apesar de contar com dois andares e algumas mesas na área externa, o restaurante conta com um ambiente aconchegante e decoração temática, mas que poderá estar cheio dependendo do horário.

IMG_4109

O cardápio conta com porções, crepes, massas, fondues, peixes e sobremesas. Além de vinhos que harmonizam com seu cardápio.

Quando fomos escolhemos dois pratos: Tagliatelle com salmão (salmão em cubos, salteados ao azeite, brócolis e alcaparras), e uma Truta clássica com batatas e brócolis (molhos alcaparra, amêndoas, roquefort ou cogumelos da montanha).

IMG_4111

Ambos deliciosos! A massa estava no ponto e a truta muito bem servida! Se estiver em Campos do Jordão e estiver na dúvida de onde saborear uma comida de qualidade devido a oferta de restaurantes na cidade, pode escolher o Safari.

IMG_4110
Como eu disse anteriormente, o bar também é muito conhecido na cidade e vale a pena passar por lá para tomar uma.

Só não gostei muito do atendimento. Na recepção foi tudo ok até chegarmos na mesa, mas achei o atendimento na mesa um tanto quanto demorado e o humor do garçom não estava dos melhores, mesmo com o restaurante vazio. Por isso, deixei para procurar uma sobremesa em outro lugar.

O preço das massas varia de 41 a 60 reais e o preço dos peixes fica na faixa dos 60 reais. Os pratos de bacalhau servem duas pessoas e variam de 92 a 173 reais. O preço pode parecer alto, mas a grande maioria dos restaurantes da cidade são caros mesmo.

 

IMG_4113Vamos comer fora?

SAFARI RESTAURANTE E BAR
Rua Djalma Forjaz, 139 – Vila Capivari
Campos do Jordão – SP – CEP: 12460-000
Tel. (12) 3663-4936

Riviera – Bar e restaurante num só lugar

Fui com duas amigas ao Riviera, que é uma mistura de restaurante com barzinho. Sempre passava na frente e via o letreiro em neon, queria conhecer. Comemos e bebemos bastante lá.

Logo que cheguei pedi um Dry Martini que veio no ponto. Minhas amigas pediram outros drinks, todos vieram ótimos. Pedimos então alguns pratos. Comecei por um Steak Tartare, me disseram que o de lá era delicioso, com o toque do Alex Atala, dono do local. Resolvi provar.

Riviera3

Pedimos também uma “Bruschetta da Nona”, que era uma bruschetta com queijo de cabra, escarola, cebola roxa, passas e avelãs. Combinou.

Riviera2

Por fim, pedimos um bolinho de arroz, que veio acompanhado com geleia de pimenta. No cardápio dizia que era o “melhor bolinho de arroz da cidade”. Não assino embaixo ser o melhor de SP, mas era muito bom.

Tudo estava bem gostoso, como eu esperava. O Steak Tartare estava ótimo. Me impressionou uma torrada que veio junto com o steak, essa estava divina. A bruschetta não desapontou.

Após tudo isso, se é que era possível, mas foi, ficamos bebendo uns drinks até fechar o restaurante, primeiro a cozinha e depois o bar, por volta das 2h da manhã de uma quarta-feira.

O bom é que eles tem o sistema de comanda individual, o que facilita as confraternizações em grande quantidade de pessoas. O preço foi bom, nada de diferente dos demais bares do mesmo estilo. A localização é muito boa também, entre a Paulista e a Consolação.

Riviera1

Boa pedida para comer alguma coisa e beber com os amigos, no melhor estilo Happy Hour.

Vamos comer fora?

Riviera Bar
Endereço: Av. Paulista, 2584 – Consolação, São Paulo – SP, 01310-300.
Telefone:(11) 3258-1268

Confeitaria DEMEL e a história da famosa torta sacher

Como o blog chama-se “Vamoscomerfora.com”, a nossa proposta é falar dos lugares para comer “fora” de casa, e também dos lugares “fora” do país.
Para iniciar a nossa seção “international”, vamos viajar para Viena, capital da Áustria e que sempre figura entre uma das melhores cidades para se viver do mundo. Hoje, não vamos falar de alguns dos pratos típicos austríacos como o “schnitzel” ou o “goulash”, mas sim de um doce que para muitos é o verdadeiro “melhor bolo de chocolate do mundo” (em uma alusão à rede portuguesa com este nome), a famosa “sacher torte” (ou torta sacher) da confeitaria Demel!

IMG_4896
Mas, “péra lá”, afinal qual a original torta sacher? Da Demel ou do Hotel Sacher?
Para isso vamos contar um pouco de história, que inclusive tem um lacinho com o Brasil!
Lá na metade do século XIX, uma confeitaria foi vendida para o funcionário Christoph Demel, que a renomeou posteriormente como “Ch. Demel’s Söhne”. Seus filhos Joseph e Karl continuaram o negócio e conseguiram o título de fornecedores da família imperial austríaca, os Habsburg.
Franz Sacher, inventor da torta sacher, cuidava de alguns negócios na Europa e passou o legado de sua invenção para seu filho Eduard Sacher, que deu continuidade e aprimorou a receita de seu pai quando trabalhava na confeitaria Demel. E lá foi o primeiro lugar a vender a torta sacher.
Em 1876, Eduard funda o famoso e sofisticado Hotel Sacher e, é claro, também passa a oferecer a torta sacher em seu cardápio.
Anos mais tarde, os novos proprietários do Hotel Sacher passam a utilizar o título “The Original Sacher Torte” para sua receita o que gerou uma série de brigas com a Demel, que se julgava a dona deste título. Após anos de disputa judicial, foi decidido que o Hotel Sacher poderia utilizar o título de “The Original Sacher Torte” e a Demel poderia decorar sua receita com um selo triangular com a descrição “Eduard-Sacher Torte”.
O que tem de bom nesta torta?
É um bolo de chocolate, com uma cobertura espessa de chocolate amargo e recheio de geleia de damasco!
Agora, falando sobre a Demel, simplesmente é um dos principais pontos turísticos de Viena!
Sua decoração interna é linda! Cheia de luxo, realmente retratando a posição que tinham como fornecedores oficiais dos Habsburg! As garçonetes devidamente trajadas com avental branco provavelmente não te atenderão com a devida atenção, pois sempre o local está cheio. Aliás, dependendo do horário que você for, pode acabar pegando fila para entrar.

Quando fui, obviamente pedi uma torta sacher acompanhado de um chá de jasmim para dar aquele toque de elegância que o ambiente proporciona. E o açúcar que você utiliza vem em forma de pirulito de caramelo.

IMG_5092
Há inúmeras outras opções de doces na confeitaria, inclusive aqueles lindos de morrer, mas acabei escolhendo a sacher pela história mesmo.
Parada obrigatória em Viena! Qual a melhor torta: da Demel ou do Hotel Sacher? As duas são próximas em localização e, se possível, o legal é ir provar os dois! Para mim, ambas são muito boas! Acho que a preferência neste caso vai ser muito do gosto pessoal. Eu, particularmente, gostei mais da Demel, até por causa da história e ambiente que o local tem. Se é o melhor bolo de chocolate do mundo? Apesar de deliciosa, acho exagero classificar como “o melhor”. Já provei outros melhores, inclusive o da minha mãe.
Ah, e por que no começo do post, eu disse que a história da Demel tem um lacinho de relação com o Brasil?
A Demel era a fornecedora oficial do Império dos Habsburg, e a primeira imperatriz do Brasil e casada com D. Pedro I, Maria Leopoldina, era filha do Imperador Francisco I da dinastia dos Habsburg!
Preço da torta sacher: 4,10 euros
Que tal experimentar a famosa torta sacher na Áustria? Vamos comer fora?

Horário: Segunda a domingo (09:00-18:00)
Endereço: Kohlmarkt 14, Viena, Áustria
Horário: Segunda a domingo (09:00-18:00)

Octavio Café – Um jantar e um café

Eu sempre ouvia sobre o Octavio café na Antena 1, que tem propaganda quase que de hora em hora na programação da rádio. E sempre tive a impressão de ser um restaurante muito elegante e cheio de frescuras. Fui lá no domingo na hora do jantar. Bom, simples, o restaurante não é. Mas também não é um restaurante daqueles que você tem que usar social completo para comer no local. O restaurante é bem moderno e tem um cardápio bem variado.IMG_4797

Pedi um fidelini com tinta de lula e frutos do mar acompanhado por atum grelhado (R$ 54,00). Meu noivo pediu um arroz com bacalhau. Nós dois chegamos à conclusão que o meu prato tinha sido a melhor escolha da mesa. O macarrão estava divino, no ponto certo, maravilhoso. A porção é muito bem servida, além, inclusive, do que a gente vê por aí (o que eu adoro, afinal, quem não gosta de fartura?!).

Já o arroz com bacalhau, achei que faltou alguma coisa no prato. Por ser somente arroz e bacalhau desfiado, fica um pouco seco, o que é ruim. Mas se pedir algo para acompanhar, como uma salada, aí tudo dá certo!IMG_4798

Lá eles tem uma promoção bem bacana para quem gosta de beber, das 16:00h às 21:30h, ao pedir uma taça de vinho (da seleção deles), cerveja Budweiser, espumante ou caipirinha, a próxima é de graça (o famoso Double)! Aproveitamos o vinho, valeu a pena.

Por fim, o que não podia faltar, o café. Eu, como toda advogada, sou viciada em café. Tive que provar o café e como eu esperava não me arrependi. Pedimos o café com toque de chocolate, era bem suave e o gosto maravilhoso. Não deixe de tomar o café. Recomendo.

Vamos comer fora?

Octavio Café. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2996 – Jardim Paulistano, São Paulo – SP, 01451-000 – Telefone: (11) 3074-0110
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta 07h30 – 21h30 / Sábado e domingo 09h – 22h
Obs.: Café da manhã: 7h30 às 12h (sábado, domingo e feriados das 9h às 13h). Restaurante: 12h às 15h e das 19h às 21h30 (sábado, domingo e feriados almoço 13h às 16h e das 19h ás 22h).

Miss Saigon – o representante da cidade Paris do Oriente

Morar em São Paulo é um privilégio para fãs da gastronomia! Temos a oportunidade de conhecer vários sabores, culinárias, comidas e estilos diferentes. Isso graças à enorme variedade cultural e aos diferentes povos que vieram para São Paulo em busca de oportunidades.

Depois da Guerra do Vietnã, cerca de 2 milhões de vietnamitas se refugiaram de perseguições políticas e se lançaram em botes no alto mar à espera da ajuda de navios de outros países.
Um dos refugiados que foram encontrados por um navio da Petrobrás e trazidos ao Brasil foi Von Van Phuoc, o proprietário do primeiro e, até o momento, único restaurante vietnamita no Brasil: o Miss Saigon!

Para muitos, Miss Saigon deve lembrar a música Saigon de Emilio Santiago (anoiteceeeeeu!…) ou o famoso musical da Broadway que teve montagem no Brasil em 2007, mas neste caso vamos falar especificamente deste restaurante que nos premia com sabores e pratos típicos deste país do sudeste asiático.

Seu cardápio é bastante recheado e muitos pratos tem macarrão de arroz, broto de feijão, amendoim e ervas, o que é muito típico da culinária asiática. Devido ao número de opções, vale a pena pedir apoio aos garçons! Aliás, o atendimento do restaurante é excelente, inclusive você pode ter a oportunidade de conversar com o proprietário ou com o filho dele, que farão quest
ão de explicar a história do restaurante e da pequena colônia vietnamita no Brasil.

FullSizeRender-3Para a primeira experiência, fomos de Mix Miss Saigon na entrada, que é um combinado com
um pouco de cada entrada que eles tem no restaurante (fresh spring roll – um tipo de rolinho
primavera com vegetais e enrolado em massa papel de arroz, bastões de frango, espeto de
carne enrolado com bastão de erva cidreira, salada e um molho maravilhoso).

 

Como prato principal, fui de bun thit nuong, que é uma tigela com espaguete de arroz com carne suína, rolinho primavera, molho e salada. Novamente o molho que você joga sobre a comida é maravilhoso, parece um azeite com alguma pimentinha, que de certa forma fica suave (odeio comida apimentada, então posso garantir que não é ardido).IMG_3012

Na sobremesa, o pedido foi um bahn chuoi, que é uma torta vietnamita de banana caramelada que não lembra nada a sobremesa dos restaurantes chineses, vem quentinho e parece uma gelatina ou um moti amarelinho misturado com banana e calda de leite de coco. Particularmente, achei diferente e muito bom!
IMG_3019

Para quem gosta de café, a bebida é oferecida do modo vietnamita, ou seja, coado, gelado e com leite condensado!

Vale muito a pena conhecer o local e preferencialmente acompanhado para uma experiência completa pedindo diferentes pratos! Certamente você vai querer voltar para provar as outras delícias do local, como diria o Emilio Santiago no final de sua música: “Espero você voltar pra Saigon…”

Ambiente e serviço: O local é simples com decoração vietnamita e você é recebido com um tuk tuk (típico veículo do sudeste asiático) na porta. Como dito anteriormente, o atendimento é muito amigável e você terá a oportunidade de conversar com vietnamitas autênticos da pequena colônia que temos no país.

Preço: a maioria dos pratos custam em média por volta de 40 reais, e o mix que é a porção de entradas serve duas pessoas muito bem custa 60 reais. Atenção que muitos pratos são para mais de uma pessoa.

Horário: Segunda-Feira (fechado), Terça aQuinta-Feira (18:00 – 22:30), Sexta (12:00 – 15:00 / 18:00 – 23:30), Sábado (12:00-16:00 / 18:00 – 23:30), Domingo (12:00 – 17:00).
Endereço: Alameda dos Jurupis, 1374 – Moema – São Paulo (com vallet no local)

Que tal uma experiência com uma culinária diferente como a vietnamita? Vamos comer fora?

Tartar & Jacquin – Minha experiência no Tartar&Co

Semana passada estava com fome passando pelo bairro de Pinheiros em São Paulo. Lembrei do Tartar&Co, que eu já tinha ido uma vez ano passado. Então, resolvi comer lá de novo.

Da primeira vez que fomos, estava bom, mas não excepcional: achei a porção do Steak Tartare meio pequena pelo preço cobrado e o Sommelier não era muito claro com as recomendações que deu.FullSizeRender
Mas tudo mudou semana passada. Fomos bem recebidos logo de entrada (da outra vez também fomos, a recepção dos clientes lá é amistosa).

Sentei no espaço externo, pois dentro estava muito cheio. Da outra vez não estava tão cheio assim, logo pensei que pudesse ser por causa do Masterchef, já que o Erick Jacquin, que é consultor do restaurante, “deu o que falar” no programa.

E eu estava certa, na real o restaurante estava lotado porque o próprio Jacquin estava no restaurante! Estava gravando para um reality que passará na FOX, de sua vida, e parece que vai ser bem bacana.

Sentamos e pedimos dois chopes Stella Artois (R$ 6,90 a taça). Estava bem gelado.

Pedimos de entrada um croque madame, R$ 28,00 (pão brioche com bechamel, presunto e queijo com ovo frito!), que não demorou pra chegar. Estava bem gostoso!!! O queijo estava derretido e o ovo servido em cima, perfeito.

Como prato principal, pedimos o Steak Tartare de Boeuf R$ 46,00. Vem com uma saladinha de alface e estava bem servido (deu diferença da vez anterior que fomos).

De sobremesa, fomos de petit gateau R$ 19,00, que na receita deles vem sem calda por cima, mas estava bem gostoso também.

O Jacquin foi de mesa em mesa perguntando como estava a comida e batendo um papo com todos. Elogiei os pratos e tirei uma foto com ele. Um fofo!
Resumindo minha experiência, foi positiva, comida muito boa e gente bonita. De quebra participação especial do Jacquin no meu jantar, ou participação especial minha no reality dele! kkk

E aí? Vamos comer fora?

Endereço: Avenida Pedroso de Morais, nº 1003.
Horário de Funcionamento:
Segunda-Feira: 12h às 15h.
Terça a Quinta-Feira: 12h às 15h e 19h às 00:30h.
Sexta-Feira: 12h às 15h e 19h à 1h.
Sábados: 12:30h à 1h.
Domigos: 12:30h às 17:30h.